Breaking News

ads header
  • Breaking News

    segunda-feira, 5 de setembro de 2016

    EU SEI QUE VOCÊ VAI CHORAR.


    EU SEI QUE VOCÊ VAI CHORAR.

    Não vou me embravecer, quando me magoares; não vou ficar triste, quando me deixares; não vou chora se desgostar de mim; não vou te culpar, se consentires que me maltratem; não vou reclamar a tua falta de tolerância; nem te culpar por se exaltar; também não te julgarei por tuas falhas; tão pouco questionar as tuas decisões. Porque eu sei que você vai chorar [At. 21: 13]... “O que estão fazendo vocês, chorando e afligindo o meu coração? Eu estou pronto... até para morrer... pelo nome do Senhor Jesus”.

    Você vai chora por falta das nossas brigas e quando eu não mais puder ouvir teus segredos. Garanto-te que não será por querer, a culpa não será minha; é que certamente chegou o dia da partida [Jz. 21: 2]... E ficaram aí, até a tarde sentados diante de Deus, gemendo e chorando inconsoláveis.

    Aquele dia em que me levaras flores em laureias. Naquele dia em que ouviras falar bem de mim, em meio a orações e prantos. E, isto te fará chorar, por admirar-se de ter saudade de alguém que te fez tanto mal, ao teu coração. Nem eu sabia [2Sm. 19: 1] Então o rei estremeceu, subiu para a sala que fica em cima da porta, e começou a chorar, dizendo entre soluços: “Meu filho Absalão! Meu filho Absalão! Por que não morri eu em vez de você? Absalão, meu filho, meu filho!”

    A acusação contra nós, nesta hora final, esclarece mais uma vez as implicações práticas da vida humana; capaz de substituir temporariamente, a fé em Cristo, a observância da Lei e uma vida guiada pelo Espírito [At. 21: 34] Na multidão, uns gritavam uma coisa e outros, outra. Não podendo obter informação segura por causa do tumulto, o tribuno ordenou que conduzissem Paulo para a fortaleza.

    No fim da vida, somos marcados pela presença do Espírito, que nos vai mostrando o sentido dos acontecimentos, e cuja presença se manifesta através do arrependimento das coisas que gostaríamos de nos livrar, porque corria o risco de provocar sérias divisões [At. 21: 25b] Assim, todos saberão que os boatos a seu respeito não têm fundamento e que você também é fiel na observância da Lei.

    A morte é o resumo e o ponto máximo de todas as fraquezas humanas. Mas também é o momento de recebermos flores, perdão, pedido de desculpa, de sentimento de remorso, de desejo de recomeçar se pudesse. Acovarda ate os opressores [Jo. 11: 32-33] Então Maria foi para o lugar onde estava Jesus. Vendo-o, ajoelhou-se a seus pés e disse: “Senhor, se estivesses aqui, meu irmão não teria morrido”. Jesus viu que Maria e os judeus que iam com ela estavam chorando. Então ele se conteve e ficou comovido.

    O sentimento da morte que espera a vida eterna, liberta o homem desse medo. A certeza torna-o radicalmente livre e capaz de fazer com que os outros testemunhem da própria fé [Jo. 11: 44] 44 O morto saiu. Tinha os braços e as pernas amarrados com panos e o rosto coberto com um sudário. Jesus disse aos presentes: “Desamarrem e deixem que ele ande”.

    "No fundo de cada alma há tesouros escondidos que somente o amor permite descobrir." [Édouard Rod.]


    [Por: Luiz Clédio Monteiro – set/2016]

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Não use o silêncio como a melhor forma de dizer Aleluia!
    Deixe seu comentário.
    Ele é muito importante.
    Obrigado