Latest News

terça-feira, 1 de janeiro de 2019

LAÍS.

LAÍS.
Vem do hebraico Laith ou Laish - Significa "a democrática", "a popular" - é o nome antigo de Dan, uma cidade cananéia do norte da Palestina, nos tempos modernos chamada de Tell-el-Kadi.

A antiga cidade, foi destruída pelos danitas, que depois reconstruíram-na sob o nome de Dan. A bíblia sagrada cristã faz referência à cidade em um de seus textos: [Jz. 18: 7] Os cinco homens da tribo de Dã [Dan], partiram e chegaram a Laís. Viram que os habitantes do lugar viviam em segurança como os sidônios [Fenícios, pertencente ao grupo de nações camitas]; viviam tranquilos e seguros, e não passavam privações ou apertos de nenhuma natureza. Sidônia [norte da Palestina], ficava longe, e eles não mantinham relações com os arameus [nome dado às tribos de pastores que habitavam Aram Naharaim, fazendo fronteira com Assur (até 323 a.C.)].

A aprazível vila de Laís, que tinha sua localização próxima às margens do Rio Jordão abrigava os sidônios, um povo que lá vivia pacificamente, seguro e felizes não tinham, porém um espírito comprometido com Deus para faze-los esperar como um vigilante. Não tinham preocupação com os outros povos. E aconteceu que os exploradores quando voltaram ... foram indagados ... Eles responderam: “Vamos lutar contra eles, pois vimos que a terra é excelente! Não fiquem aí parados, não hesitem para tomar posse do território. Chegando lá, vocês vão encontrar um povo tranquilo. O território é extenso, e Deus o entregou na mão de vocês. É um lugar onde os produtos da terra são abundantes”. [Jz. 18: 8-10].

Os danitas atacaram Laís. Passaram todos ao fio da espada e incendiaram a cidade, sem que ninguém fosse socorrer os habitantes, porque eles não se relacionavam com os arameus. [v.28]. Laís, não tinha aliança com nenhum povo e um Deus protetor que a defendesse. Da mesma forma são os homens que confiam em suas riquezas e nos amigos que ocupam altos cargos, empregador, legisladores, magistrados ou pastores, pois acreditam que isto será uma vantagem quando assim necessitarem. Mas quando se sentirem seguros como foi com a cidade de Laís e disserem: Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão [1Ts. 5:3].

Esse tipo de homem lembra a Parábola - “O espírito impuro volta à casa” [na Bíblia – Mt. 12:43-45] "Quando um espírito imundo sai de um homem, passa por lugares áridos procurando descanso. Como não o encontra, diz: 'Voltarei para a casa de onde saí'. Chegando, encontra a casa desocupada, varrida e em ordem. Então vai e traz consigo outros sete espíritos piores do que ele, e, entrando, passam a viver ali. E o estado final daquele homem torna-se pior do que o primeiro. Assim acontecerá a esta geração perversa".

Mas os que confiam no Senhor estão sobre o testemunho cristã do verdadeiro combate com as armas da fé, do amor e da esperança: a fé leva ao conhecimento da verdade e da justiça; o amor produz novas relações entre os homens; a esperança abre o futuro para a liberdade e a vida [cf. nota em Cl 1,3-8]. Você tem inimigos? A vingança é de Dele; Ele recompensará (Rm 12:19). As suas preocupações são pesadas demais? Ele as tomará sobre Si mesmo (IPe 5:7). Você está solitário? Ele nunca vai lhe deixar ou abandonar (Hb 13:6). Você tem necessidades? Ele as conhece e as suprirá (Mt 6:25-33). Seus governantes estão lhe oprimindo? Ele é, ainda, mais alto do que eles (Ec 5:8). Você está com medo? Ele o esconderá em Seu pavilhão e o protegerá dos seus inimigos (Sl 27:1-6). [cf. nota em Pv. 29:26 – LetGod]

Davi disse bem. "Não confieis em príncipes nem em filhos de homens, em quem não há salvação. Sai-lhes o espírito, e eles tornam para sua terra; naquele mesmo dia, perecem os seus pensamentos." (Sl 146:3-4). "É melhor confiar no Senhor do que confiar no homem. É melhor confiar no Senhor do que confiar nos príncipes." (Sl 118:8-9).

Dessa forma, nunca seremos pego de surpresa como foi com a cidade de Laís.

[Por: Luiz Clédio Monteiro – Jan/2019]



« PREV
NEXT »

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não use o silêncio como a melhor forma de dizer Aleluia!
Deixe seu comentário.
Ele é muito importante.
Obrigado