Header Ads

POR QUE SOMOS ASSIM?





POR QUE SOMOS ASSIM?

Digo que o Brasil ainda é muito novo para que seu povo tenha o caráter de um japonês, por isso somos assim virados da breca. Mas me vem à mente que os Estados Unidos da América têm a mesma idade que nós, no entanto são corajosos, ricos, e não aceitam corruptos em suas fileiras. Por que então somos assim, tão diferentes?

Talvez porque, eles os americanos, sejam inspirados pelos seus heróis, os super-heróis como o lendário Zorro, o Superman, o Batman, a Mulher Maravilha, Capitão América, O Incrível Hulk, Thor, Homem de Ferro, Capitão Planeta, Flash, Aquaman, Homem Aranha. Tem até o Homem Formiga, sem mencionar outros tantos heróis, que inspiram a honra dos Estados Unidos da América, ensinando o dom de amar a verdade, a glória, o amor à pátria aos seus filhos. Porem acima de tudo os americanos aprendeu desde menino a amar o Senhor Jesus para Tê-lo como seu Único e Suficiente Salvador e inspirador dos seus heróis.

E, nós, os brasileiros, quem são nossos super-heróis? Infelizmente não temos nenhum; ou melhor, tem um: o famoso vigarista Zé Carioca que nasceu em um hotel de luxo, Copacabana Palace. Nunca soube o que foi trabalhar e amar a pátria; mas já surgiu inspirado no samba, e por isso nunca quis nada com nada. Ele é o retrato do típico malandro, sempre escapando dos problemas; dele somos os herdeiros do famoso e corrupto "jeitinho" de passar para traz quem quer que seja muito característico hoje em dia dos brasileiros.

Pior do que esse anti-herói foi à herança que nos deixaram os colonizadores, a saber: amar pau e pedra como deuses nos fazendo esquecer-se de Jesus, que pode nos salvar desse engodo.

Cada um de nós, entretanto, recebeu a graça na medida que Cristo a concedeu. Por isso, diz a Escritura: «Subiu às alturas levando prisioneiros; distribuiu dons aos homens.» Que quer dizer «subiu»? Quer dizer que primeiro desceu aos lugares mais baixos da terra. Aquele que desceu, é o mesmo que subiu acima de todos os céus, para plenificar o universo. Foi ele quem estabeleceu alguns como apóstolos, outros como profetas, outros como evangelistas e outros como pastores e mestres. Assim, ele preparou os cristãos para o trabalho do ministério que constrói o Corpo de Cristo. A meta é que todos juntos nos encontremos unidos na mesma fé e no conhecimento do Filho de Deus, para chegarmos a ser o homem perfeito que, na maturidade do seu desenvolvimento, é a plenitude de Cristo. Então, já não seremos crianças, jogados pelas ondas e levados para cá e para lá por qualquer vento de doutrina, presos pela artimanha dos homens e pela astúcia com que eles nos induzem ao erro. Ao contrário, vivendo amor autêntico, cresceremos sob todos os aspectos em direção a Cristo, que é a Cabeça. [Efésios 4: 7-15]


[Por: Luiz Clédio Monteiro. Maio/2016]
Tecnologia do Blogger.