Breaking News

ads header
  • Breaking News

    quarta-feira, 27 de junho de 2012

    Qual a posição do crente?



    Qual a posição do crente?

    [Lc. 3: 18] João anunciava a Boa Notícia ao povo de muitos outros modos.

    O governante tem a sua posição definida no social. O empresário nas questões comerciais. Os dirigentes das organizações sem fins lucrativos e não governamentais tem suas posições firmadas nos serviços de caráter público. E o crente? Fica difícil porque ele não tem setor específico no mundo secular.

    Por serem os outros acima a matéria-prima para a fabricação da ética, que faz com que eles funcionem, pouca importância se dispensa ao crente na questão espiritual como uma ferramenta fundamental na formação de valores morais. Isso torna o crente com sua igreja dispensável como uma necessidade para orientação do homem, sendo claramente substituídos pelas universidades. É raro encontrar um pastor evangélico assessorando uma ONG com seus conhecimentos.

    O campo de ação do crente integra e cuida de fato dos carentes espirituais, idosos, meninos de rua, drogados e alcoólatras, órfãos e mães solteiras; aperfeiçoa jovens, velhos e adultos espiritualmente; profissionaliza; doa sangue, cesta-básica, livros, sopão; atende suicidas às quatro horas da manhã; dar suporte aos desamparados; cuida ate de filhos de mães que trabalham; ensina esportes; combate a violência; reabilita vidas; cuida de cegos, surdos-mudos; enfim, faz de tudo em comunidade com os seus irmãos.

    O crente também ajuda seu povo indiretamente orando sem cessar intercedendo suplicas de bênçãos junto a Deus; ele é uma ajuda relevante e tão primordial quanto às obras sociais senão maior, pois as orações são muito poderosas. O crente sabe que toda ação social, no fundo, é sempre do indivíduo, nunca de uma empresa jurídica, nem de um Estado impessoal. Consciente disso vai além da sua verdadeira responsabilidade principal, que é fazer adoradores para o Senhor, e busca com dedicação atrair pessoas para estimular e fortalecer o sentimento do amor espiritual, fazendo-as mais conscientes e felizes.

    O crente como vimos não é um profissional classificado pelo governo, portanto não recebe nenhuma ajuda dele e o seu sustento não vem das empresas como filantropia, notadamente toda sua riqueza está nos céus.

    Você se identificou nesta mensagem?

    Luiz Clédio Monteiro
    Fundador da Rede Social Cristã
    Blog [Doutrina Cristã]: www.cledio.blogspot.com

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Não use o silêncio como a melhor forma de dizer Aleluia!
    Deixe seu comentário.
    Ele é muito importante.
    Obrigado