Breaking News

ads header
  • Breaking News

    quinta-feira, 7 de maio de 2009

    O Antagonismo Espiritual nos Humanos

    Por: Luiz Clédio Monteiro.

    Como num filme de ficção cientifica, os Seres Viventes do Homem – SVH, vivia uma eterna dualidade do bem e do mal. Eles esperavam sempre o melhor, mas pela inobediência, nunca estavam preparados para o pior. Assim com paciência tentavam aprender o bem, mas eram sempre levados a fazer o mal por convivência.

    A fim de recobrar os SVH danificados pelos tempos difíceis para os quais não se prepararam, o Grande Homem Deus – GHD, criador dos SVH, enviou o seu próprio Filho, o Grande Filho do Homem – GFH, para carregar as iniquidades destes SVH, enquanto os ensinava um novo caráter que pudesse protegê-los da inconsequência desse modo, se possível para sempre.

    Mas o GFH tinha um inimigo, o Anjo Rebelde do Homem – ARH, que não pensava assim, queria fazer dos SVH, seres iníquos para seu domínio; possuídos, distanciavam-se da ordem original do GHD, sua Doutrina e o horror à ARH, tornando-os, defeituosos, mas não destruídos; derrotados, mas não vencidos.

    Era um plano maligno pois os novos SVH defeituosos instituiriam novos SVH viciosos no sentido do livre arbítrio. Estes SVH nomeados pelo ARH, seriam usados como catadores de autênticos SVH, com problemas – levando-os ao confinamento para serem abusados nos mais perversos atos e posteriormente incinerados para sempre.

    Mas o Bom GFH se preocupava com a causa dos SVH inocentes; e, os consertavam como se fora um grande mecânico soldador. Os SVH adoentados eram curados onde estivessem e levados pelo GFH que os doutrinavam. Assim, eram novamente restaurados para viverem em paz e esperar sempre o melhor pela fé.

    Certo dia, o GFH foi traído, capturado e morto pelo malvado ARH. Por uns tempos os SVH que os seguiam, ficaram desnorteados e desamparados, embora o GFH houvesse preparado-os para este acontecimento, prometendo que venceria a morte como venceu e deixaria em seu lugar como deixou, o Espírito do Filho do Homem – EFH, que os preparariam como preparou para serem seus imitadores.

    Enquanto o ARH, vivia seu momento de vitória, surgia à boa nova: “Tem alguém consertando eles” – diziam. Eles quem? – “os SVH fora de linha”. O espanto foi geral, pois, os SVH que já era dado como seres banidos, estavam ressuscitando das trevas; e, ganhavam as ruas, cidades e nações; desta vez, como Apóstolos do Filho do Homem – AFH em nome do GFH pelo EFH.
    Sim, os cansados e oprimidos SVH agora são novos e robustos AFH cheio da sabedoria do EFH. Era como se fora o grande mecânico soldador numa nova lataria; e, tinham o mesmo inimigo em comum do GFH, o aceso e caluniador ARH. Eles socorriam os SVH desamparados e excluídos, por todos os lugares. Onde quer que eles estivessem, os SVH eram readquiridos pelos AFH da mesma forma como fazia o GFH.

    E, sobre o comando dos AFH, anversos à ira do ARH, juntaram-se os SVH em comunidade pelo nome do GFH, que, banhados na sabedoria do EFH, inspiravam-se nos AFH para converter e convencer outros SVH a abrirem novas comunidades pelo nome do GFH. As comunidades dos SVH, treinaram e avançaram SVH para lugares distantes reafirmando a ordem do GFH, de alcançarem os confins da Terra; e, os nomeou, Missionários do Filho do Homem – MFH, que discipulados nos dons do EFH, foram e tem sido de grande conveniência na recuperação dos SVH perdidos pelo mundo a fora, convertendo-os nestes tempos de plenitude, em Crentes no Filho do Homem - CFH.

    Mais de 2.000 anos se passaram, o antagonismo continua; e, os CFH têm evangelizado incessantemente, como os MFH os fazem para converter com urgência urgentíssima o maior número possível de SVH em CFH; para que, como os MFH, que sucederam os AFH tão assiduamente, possam um dia, chegarem a serem idênticos ao Grande Filho do Homem – GFH; e, pisar a cabeça do ARH, esmagando-a para sempre.

    De tal modo, deixando para trás o silencio de um campo de batalha solitário no opróbrio do arquiinimigo ARH vendido; os CFH juntamente com os MFH sucessores dos AFH advindos dos frágeis SVH, serão por fim, a trindade do Pastor do Filho Homem - PFH; para o único propósito: fundir-se à Santíssima Trindade do EFH, com GFH e o GHD, perpetuamente num novo Céu, numa nova Terra, em um novo Tempo.

    Amém!

    Fui!

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Não use o silêncio como a melhor forma de dizer Aleluia!
    Deixe seu comentário.
    Ele é muito importante.
    Obrigado