Breaking News

ads header
  • Breaking News

    sábado, 1 de novembro de 2008

    Cansados e Letárgicos.

    Por: Luiz Clédio Monteiro
    www.cledio.blogspot.com.br

    (Apocalipse 5:5. Todavia, um dos anciãos me disse: Não chores; eis que o Leão da tribo de Judá, a Raiz de Davi, venceu para abrir o livro e os seus sete selos.)

    Se na igreja de Cristo tu entrar e para dentro de ti, tu olhar, novo nome receberá.
    Sonhei que estava no culto da PIB e Pr. Eliezer pregava, que apesar de sermos poucos e humildes, tínhamos 117 anos, de vida com o Leão de Judá (Ap. 5:5); e que, se você também ali entrasse, e aquilo fizesse você olhar para dentro de si e não para o arredor, certamente que sairás dali com um novo nome.
    Foi então que Pr. Eliezer, cantou um hino com esta letra: “Se na igreja de Cristo tu entrar e para dentro de ti, tu olhar, novo nome receberá.”
    No sonho a idade da igreja não batia com os atuais 100 anos. Éramos poucos e o santuário macróbio ficara grande demais, por isso estava sendo compartilhado quase ao meio por uma parede no seu comprimento, para dar lugar a um corredor que permitia se chegar a uma escada ao fundo do lado do altar, para acessar o andar de cima.
    Pr. Eliezer referia-se no meu sonho, a pessoas que não se sustentava na igreja porque queriam sinais que não fossem deter seus projetos empresariais; a pessoas que queriam sabedoria para continuar a amar a filosofia do mundo e não a loucura de uma cruz. Então ele explicava que seria necessário fincar raízes na casa de Deus, pois isso lhe daria um novo nome, o de cristão.
    É na humildade e fraqueza destes cristãos que Deus manifesta a sua força (2Cor 12,9), subvertendo a sociedade e os projetos humanos: que valorizam e dão lugar aos ricos, aos poderosos, aos intelectuais, aos que têm status, beleza física, facilidade de expressão etc., para estabelecer e realizar os seus projetos; aliado aos simples, pobres, fracos, cansados e letárgicos, porque estes não são auto-suficientes e se abrem para Deus quando estão crucificados como Jesus: o símbolo da fraqueza, do fracasso e da vergonha; a manifestação máxima do poder e da graça de Deus.
    Esses cristãos pobres e incompetentes aos olhos do mundo, ainda encontram razão para anunciar o Evangelho, sem recorrer à sabedoria da linguagem, a fim de que não se torne inútil a cruz de Cristo.
    Portanto, irmãos, vocês que receberam o chamado de Deus, vejam bem quem são vocês: entre vocês não há muitos intelectuais, nem muitos poderosos, nem muitos de alta sociedade (compilado I Co. 1: 17-31).

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Não use o silêncio como a melhor forma de dizer Aleluia!
    Deixe seu comentário.
    Ele é muito importante.
    Obrigado