Header Ads

IGREJAS NÃO HÁ ESPELHOS


IGREJAS NÃO HÁ ESPELHOS
[1 Co. 13: 12] Agora vemos como em espelho e de maneira confusa; mas depois veremos face a face. Agora o meu conhecimento é limitado, mas depois conhecerei como sou conhecido.

Por que nenhuma das obras de Deus veio para ficar e ficou sem beleza para ser comparado.

Portanto:

Não importa se um corpo é gordo ou magro:
Ele é o templo do espírito e este é eterno.

Não importa se braços são longos ou curtos:
Sua função é o desempenho do trabalho honesto.

Não importa se as mãos são delicadas ou grosseiras:
Sua função é dar e receber o bem.

Não importa a aparência dos pés:
Sua função é tomar o rumo do amor e da humildade.

Não importa o tipo de cabelo. E se ele existe ou não numa cabeça:
O que importa são os pensamentos que por ela passam.

Não importa a forma ou a cor dos olhos:
O que importa é que eles vejam o valor da vida.

Não importa um formato de nariz:
O que importa é inspirar e expirar a fé.

Não importa se a boca é graciosa ou sem atrativos:
O que importa são as palavras que saem dela.

Não importa a corda da pele:
Pois, através dela, todos os grupos étnicos humanos são igualmente agasalhados.

Enfim:
Feiura é um adjetivo inventado pelos homens.

Luiz Clédio Monteiro filho
São Luis – MA [04/10/2008]

Adaptado - NÓS E O ESPELHO de Silvia Schmid
Tecnologia do Blogger.