Breaking News

ads header
  • Breaking News

    terça-feira, 28 de maio de 2013

    Levante orações pelos filhos


    Levante orações pelos filhos
    [Gn. 45,28] E Israel disse: “Agora chega! Meu filho José ainda está vivo. Vou vê-lo antes de morrer”.
    Stormie Omartian, no seu livro “O Poder dos Pais que Oram” evidencia que os filhos devem ser entregue nas mãos de Deus pela oração. E, que apesar de ser a melhor das tarefas é, no entanto a mais difícil, por lhe proporcionar a maior alegria, mas também a maior tristeza. Orar pelos filhos é gratificante, mas também exaustivo e estafante; e, conclui: nenhuma área da sua vida tem tanto poder de fazer com que você se sinta um vencedor quando tudo vai bem. E, nenhuma área da sua vida pode fazer com que se sinta um fracassado quando as coisas dão erradas [cp.1 pg.13]. 
    Na minha família tem esse exemplo de oração. Minha mãe orou a vida inteira pelos seus seis filhos. Muitas vezes a vi alegre pelas suas orações atendidas e quantas vezes a vi triste pela demora nas respostas. Entretanto o que mais me admirou foi o fato dela nunca ter desistido de orar. Na alegria ou na tristeza, ela orou ate o ultimo dia de sua vida por todos nós. Ela sabia que sem Deus, seriamos destruídos facilmente pelo Diabo. 
    Nunca é sedo ou tarde demais para se começar a orar pelos filhos. Todo dia eles precisam de oração. Não se preocupe se a sua oração não surtirem o efeito desejado no tempo esperado, só não deixe que as orações ainda não atendidas tirem a perseverança de ora por seus filhos. Lembre que da mesma forma que Deus tem um plano de vida para os filhos, o Diabo tem outro plano para levá-los a destruição.    
    Podemos imaginar a vida do pai Jacó/Israel em oração pelos seus doze filhos. Quantas razões ele teve para desistir de orar, mas creio que a perseverança venceu e o fez ver José e seus irmãos transformados e reconciliados em clima de fraternidade. Deus havia respondido suas orações de maneira maravilhosa. 
    Precisamos ser capaz de entender que Deus não gosta de orações não atendidas. Verdade. O que Deus ganharia com orações não atendidas. Onde estaria a sua gloria? Portanto faça uma parceria com Deus com relação a seus filhos. Imaginem a alegria de Jacó quando ouviu a notícia de que José estava vivo e era o governador de toda a terra do Egito. O pai ficou perplexo, pois não era capaz de acreditar em tamanha resposta de oração. 
    Não duvide do poder das orações de um pai. A Bíblia diz que um poderia perseguir mil; e, dois fazer fugir dez mil [Dt. 32,30]. Quando um pai ora por seu filho, algo está acontecendo naquele mesmo instante. Não importa onde ele esteja, quer veja ou não [Tg. 5,16]. Mas quando não agimos assim nossos filhos podem se tornarem rebeldes.  
    Só no fim compreenderemos que Deus estava junto aos nossos filhos durante todo o tempo em que orava-mos, encaminhando sua história para a liberdade e a vida.
    Derrame teu coração como água perante o Senhor; levanta a ele as tuas mãos, pela vida dos teus filhinhos [Lm. 2,19].
    [Por: Luiz Clédio Monteiro Filho]
    Maio/2013

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Não use o silêncio como a melhor forma de dizer Aleluia!
    Deixe seu comentário.
    Ele é muito importante.
    Obrigado