Header Ads

O manto de Elias.




O manto de Elias.

[2 Rs. 2, 13] Então levantou o manto que Elias lhe deixara cair e…

Eliseu recebeu o espírito de Elias ao rasgar suas vestes e tomar o manto que Elias deixara cair ao ser arrebatado. O fato simboliza em nossa vida, que a força do nosso sustento não vem das coisas que podemos adquirir por dinheiro; antes, porem, decorre do comando milagroso de sermos revestidos com um manto [Espírito] de poder e autoridade em oração no Nome de Jesus pela fé. Mesmo tendo uma personalidade diferente, que crer que como Elias, também Jesus subira às alturas, entretanto não nos faz pensar que também teremos uma viagem semelhante senão, descermos primeiro à sepultura como Eliseu.

O espírito e a autoridade de Eliseu eram iguais ao de Elias. Ele identificava-se com as dificuldades dos homens dando-lhes conselhos, curando-os, aliviando-os. Da mesma forma devemos orar em união com Jesus acreditando em milagres pela oração; que nos coloca entre Jesus e as necessidades do mundo sem impedimento. Esta é a única forma que Deus tem para nos conceder sermos revestidos com um manto [Espírito] de poder e autoridade, e entender, a força da intercessão celestial que habita no Nome de Jesus.

Se Jesus revestiu seus discípulos com o Espírito Santo que simula o manto de poder e autoridade de Elias para comissioná-los seus representantes na terra como foi com Eliseu; vamos em frente, deixemos que esta certeza penetre profundamente em nossa alma e vida e nos auto comissionemos seus substitutos pela fé, que é o poder da oração para invocar uma porção dobrada deste poder, da mesma forma como Eliseu assim pediu a Elias [2Rs. 2,9], pois está escrito [João 16,23]: “… que tudo que pedirdes a meu Pai, em meu nome, ele vo-lo há de dar”.

Eliseu foi desafiado no inicio do ministério do manto [de Elias] do poder e autoridade e venceu [2 Rs.2,23] como também Jesus venceu as provação do Diabo no deserto. Conosco não será diferente, quando convertidos, formos dotados de poderes espirituais, muitos nos rejeitarão cometendo com isso imperdoáveis blasfêmias contra o Espírito [Mt. 12,31]. 

Naquele dia depois de termos derrotado os enviados de Satanás, receberemos a plenitude que tem o Nome de Jesus para interceder, e mediaremos com o poder criativo do Espírito Santo; ministraremos a Palavra com o poder supremo e autoridade sobre todas as coisas; invocaremos a salvação, a cura, a libertação, a provisão sobrenatural e tudo que precisar; teremos poder sobre todos os principados e todas as potestades, em comunhão invocada com o Espírito, que põe em operação o poder e a autoridade do Nome de Jesus [Ef. 1,22].

Reflita em Jesus e no poder que Ele possui. Ele está acima de tudo. Todas as coisas estão sujeitas a Ele. E, sinta-se nomeado a dominar no Nome Dele toda a criação na terra. Jesus Cristo, o Filho de Deus vivo é a Autoridade Suprema, e nós somos seus representantes onde Ele repousa o seu poder para exerce o controle sobre todas as coisas. 

Elias e Eliseu tinham entre si, a referência do poder do manto [1 Rs. 19; 2Rs. 2]. Igualmente os cristãos têm seu chamado e exaltação como discípulos de Jesus Cristo, através de um relacionamento ligado ao poder do Espírito Santo [Lc. 10,17-19]. Todo quanto não acolheu esse chamado odeia o Nome de Jesus; não tem poder algum, e já foi derrotado. 

Amados irmão no Espírito, alegremo-nos porque nossos nomes estão arrolados nos céus [Lc. 10,20].

[Por: Luiz Clédio Monteiro Filho]

Abril/2013

         
 
  
Tecnologia do Blogger.