Header Ads

Compramos seu pecado.



Compramos seu pecado.

[Ex. 7,1] Está é a leia da oferta pela culpa; coisa santíssima é

Compramos pecado, ou seja, compramos título de traidor, pérfido, desonesto, homicida, golpista, malandro, corrupto, bandido, traficante, drogado, viciado, mentiroso, inescrupuloso, falso, estelionatário, caluniador e outras mazelas, que desejem por arrependimento livrarem-se, e não ver como. 

Você é culpado de alguma coisa? Quem não é; não é mesmo? Não importa se foi por fraqueza ou por falta de opção que você terminou enrascado, ficando aprisionado pelo pecado. O importante agora é que você pode ser livre de novo; isso mesmo, pois nós vamos comprar seu pecado.

Queremos hoje, comprar seus delitos, suas iniquidades e transgressões de ontem em função de fazer de você um homem irrepreensível e feliz amanhã. A oferta é uma ação de graça na qual você deve acreditar por fé irrevogável, aspirando ser atendido. Essa graça é firmada em gratidão alcançada pela misericórdia que Jesus Cristo teve por se deixar morrer na cruz para que o projeto do Reino de Deus de comprar os pecados do mundo não falisse.

Foi para isso que Jesus se manifestou; para tirar os pecados do mundo, os seus inclusive é claro, pois nele [Jesus] não existe pecado [1Jo. 3,5]. Creia comprar seus pecados não é uma coisa do outro mundo para Jesus, basta em verdade você crer e querer espiritualmente. O problema reside em outra esfera: Você. O que você irá fazer com sua nova vida limpa, salva, restaurada, como um novo nascimento? Lembre-se que um advogado advoga; o médico, cura; o engenheiro edifica; o padeiro faz o pão; o professor leciona; e você livre, com opção de decidir o seu futuro, o que ira fazer com sua nova vida convertida? A esperança de Jesus é que em você desperte o desejo de ser semelhante a Ele. 

Uma vez que a compra dos seus pecados já é passado; e, agora Deus por Jesus Cristo manifesta a sua graça pelo ensinamento do Espírito preparando-o para as boas obras para torná-lo a bendita esperança de livrar as pessoas das suas mazelas, batiza-as, portanto em nome do Pai do Filho e do Espírito Santo, pois o convertido converte e o crente acredita [Tt. 2,12-15].  

Os que tiveram seus pecados comprados pelo sangue de Cristo derramado na cruz são nascidos de Deus. Foram gerados de uma nova semente que embora peque não tolera o pecado; diferente do antigo pecador que se fazia pecador porque pecava tentado pelo maligno que se manifesta alem do pecado, pelo ódio aos crentes criando mentiras proféticas. 
Os convertidos pecam porque ainda tem o sinal do pecado na carne, porem não sofrem pelo poder dominante do pecado [1Jo. 1,8]. Eles são livres, e tem preferência pelo amor de Cristo.
Contudo na nossa luta contra o pecado, ainda não resistimos ate o sangue, portanto, não menosprezemos a correção que vem do Senhor, nem desmaieis quando por ele formos reprovados [Hb. 12,4-5].

[Por: Luiz Clédio Monteiro Filho]. 
Tecnologia do Blogger.