Header Ads

Só carne.




Só carne.

[Jó. 19: 26b] Em minha carne verei a Deus 

De duas uma ou você realmente medeia em oração pelo Reino de Deus ou você está longe de ser estimado como cristão. Se você pensa que ser cristão, é está na igreja participando de todos os acontecimentos [sem espírito de oração], você se enganou isso é ser um tipo de igrejante, que assume um lugar cativo no banco da igreja fazendo número como carne. Só o Espírito vivifica [Jo. 6: 63]. 

Será que você não entendeu ainda o puro cristianismo? Embora seja igreja algo que amamos um local de confraternização dos cristãos, ela não é o desígnio final do crente. É bom ir à igreja porque recebemos apoio humano, e a benção pastoral; reforçamos nossa fé na Palavra, e tomamos conhecimento das noticias do Reino, mas não confunda vida social cristã com relacionamento de intercessor com Cristo, pois tal ciência só se apresenta através do constante e inabalável ato de oração em espírito com o Espírito. Se assim não fosse, Jesus não precisaria viver em permanente estado de oração. 

Se fosse para ficarmos somente nos encontrando nos cultos como carnes predestinadas e assistidas pastoralmente, não seria preciso Jesus incomodar o Pai para nos enviar o reforço do Espírito Santo, que sendo real, é porem, invisível como o vente [1 Rs 19: 11], contudo mais forte que o aço [1 Sm. 17: 45], transfigurador como a água [Mt. 17: 3], presente como o ar [1 C0. 14: 9], mais poderoso que o fogo [Dn. 3: 25-26] e, que fará notar sua evidência na terra [1 Sm. 17: 46], porque é capaz de quebrar as cadeias da morte [2Rs.4: 32-35]. Com este aliado o cristão não conhece barreiras porque Deus é ilimitado em poder.  

Você que é crente, mas ainda sente pena de si mesmo quando algo na sua igreja está contra seu ego, deixe de lado as queixas desesperadas, pois é tolice criar barreiras apenas por ostentação; antes, renove sua vocação cristã, apresentando-se ao movimento intercessor de Cristo, dispondo-se a cumprir seus mais altos ideais. A maior inspiração na hora do desalento é buscar nas mãos de Deus mais encargo para orar, apelando ao Espírito ajuda no cumprimento do propósito.  Porque a consolação humana só vem depois da exortação de Deus em Jesus [2 Rs. 4: 18]. 

Sejamos crentes, cristãos, apenas em nome do Senhor, somente em nome do Senhor; e não em nome de denominações ou promessas de pessoas; dessa forma os grandes resultados virão mesmo que seja pequeno o recurso, porque as migalhas do pode de Cristo foi suficiente para curar a filha da mulher Cananéia [Mt. 15: 21-28]. Aleluia!

Na carne mora a dúvida da rejeição; no espírito há esperança na comunhão com Deus. Bendito o homem que confia no Senhor e cuja esperança é o Senhor [Sl. 146: 5-6]

[Por: Luiz Clédio Monteiro Filho]
Fev/2013
  
Tecnologia do Blogger.