Header Ads

Eu era cego e agora vejo.


Eu era cego e agora vejo.

[At. 1:14] Todos eles tinham os mesmos sentimentos e eram assíduos na oração, junto com algumas mulheres, entre as quais Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos de Jesus.

Eu era cego e agora vejo. Essa é a expressão de qualquer pessoa que passou por uma conversão e nasceu de novo.

Antes da conversão ninguém contesta os costumes. Pai não briga se o filho está chegando tarde; mulher não faz confusão se o marido bebe todas, suja a casa, vai ao futebol; com os amigos, pratica aventuras envolvendo drogas, prostituição, farras, brigas etc. Ate a igreja tem paciência: convida para as festas, para os cultos; se possível busca em casa. É a maior bajulação que um cego pode ter.

Um jovem amigo disse que, quando ele bebia sem hora para voltar, fumava maconha, batia o carro, faltava à escola, sua família nunca o contestou com severidade, pelo contrário ele sempre teve o apoio dos pais; porem ao conhecer uma garota evangélica se enamorou dela e, passou a frequentar os cultos; hoje convertido, sofre a maior pressão da família principalmente quando fala do evangelho.

Eu era cego e não via que o mundo queria que eu permanecesse cego para as coisas de Deus. A cegueira era tanta que nos fazia também surdo. Não ouvíamos conselho de ninguém. Éramos como Pilatos que não ouviu a voz da esposa e cometeu a loucura de lavar as mãos para as coisas sagradas cominando na crucificação de Jesus. 

Agora que já posso ver, vejo que o mundo esta cheio de pessoas que nasceram, cresceram, apostaram no poder do dinheiro e da fama, corromperam a justiça com a injustiça, mas que no fim morreram infelizes tentando encontrar a paz no que construiu. Tenho certeza que essas pessoas em algum momento da vida tiveram um diálogo íntimo com algum cristão sobre Jesus e, que poderia ter mudado toda sua historia.

Portanto se alguém acusar você de ser possuído por demônio por acalentar algum possesso, se alguém acusar você de opinião divergente a da sua família por honrar o Pai que está no céu, se alguém perguntar a você: “quem você pensa que é?” achando que você quer dissipá-los; não se preocupe com os ataques, na verdade eles sabem quem você é e, o que você esta fazendo. O problema é que você conhece seus pecados e, pelo fato de você não os condenar, como o mundo costuma faz, mas preferindo falar das coisas que agradam a Deus para convertê-los isto queima como brasa em suas cabeças.

A ascensão do cego espiritual para o que passa a ver as atividades do Reino em Jesus ressuscitado, contínuo, presente e atuante dentro da história; não deve deixá-lo passivo, mas ativo para à missão, pois a vinda gloriosa de Jesus se realizará através do amadurecimento dos homens.

Luiz Clédio Monteiro
Fundador da Rede Social Cristã
Site: http://doutrinacrista.ning.com/
Web: http://doutrinacrista.ning.com/profile/luizclediomonteirofilho
Blog [Doutrina Cristã]: www.cledio.blogspot.com
E-mail: Lcmf56@hotmail.com.


Tecnologia do Blogger.