Header Ads

CONFESSAR JESUS NÃO É COISA DESTE MUNDO.



Confessar Jesus não é coisa deste mundo. 

[Jo. 6: 60] Depois que ouviram essas coisas, muitos discípulos de Jesus disseram: “Esse modo de falar é duro demais. Quem pode continuar ouvindo isso?”

Confessar amar Jesus não é coisa deste mundo. Porque não há nada neste mundo que possa nos fazer a cabeça ao ponto de largarmos nossa vida para seguir Jesus. Nada mesmo. Pois, as palavras de Jesus provocam resistência e desistência até entre as igrejas. Muitos conservam a idéia de Jesus sendo um Messias Rei, que pode trazer riqueza e poder para as pessoas, e assim, ninguém quer seguir Jesus se for para perder as nobrezas deste mundo; entendido, por todos, como fracasso econômico social. Dessa forma nenhuma pessoa assume a fé em Jesus por medo de se comprometer. 

Jesus é o Filho de Deus que se encarnou para dar vida aos homens. Mas nenhum homem tem entendimento para viver em favor de Jesus. Aceitar Jesus na nossa condição humana egoísta exige mais que uma decisão deliberativa da nossa parte; é preciso ser escolhido entre os chamados por Deus, que dar o primeiro passo neste sentido para oferecer o dom da fé ao eleito a se ajuntar a Jesus em favor dos homens. Por isso, o compromisso com Jesus exige que também o fiel esteja disposto a dar a própria vida em favor dos outros. 

Vi, que, ter compromisso de fé com a encarnação e a morte de Jesus não depende da nossa vontade isoladamente. Os que porem, aceita a proposta de Jesus e o reconhece como Messias, são os que foram quebrantados pelo Espírito de Deus. Estes são entregues nas mãos de Jesus cheios de fé para adesão; e, aceitando o ultimato o segue.

O Espírito é que dá a vida, a carne não serve para nada [v.63]. Por esta razão, quem tenta seguir a Jesus através de uma decisão aventureira se torna carnal, e termina por se arrepender, e esmorecido desiste facilmente do caminho da verdade. Toda decisão tomada fora do Espírito é agnóstica. “É por isso que eu [Jesus] disse: ‘Ninguém pode vir a mim, se isso não lhe é concedido pelo Pai” [v.65]. 

Deveríamos permanecemos sempre contentes com Deus somente pelo fato de termos sido escolhidos para viver uma vida de verdade com Jesus. Contudo, como saberei se de fato eu fui um destes? Simples, os escolhidos nunca voltam atrás; e, nada o afastará de Jesus. Jamais, não importa as condições de vida. Mesmo que Jesus venha perguntar se desejais ir embora? Certamente que responderas como Simão Pedro: “A quem irei Senhor? Tu tens palavras de vida eterna. Agora eu acredito e sei que tu és o Santo de Deus” [v.68-69].     

Apesar disso, mesmo entre os escolhidos por Deus, há um ou outro que é um diabo entre nós; podendo trair a igreja de Jesus a qualquer momento. Porque todo aquele que ama Jesus é crente fiel, mas nem todo crente ama Jesus! [v.70].

Luiz Clédio Monteiro
Fundador da Rede Social Cristã
Blog [Doutrina Cristã]: www.cledio.blogspot.com



Tecnologia do Blogger.