Breaking News

ads header
  • Breaking News

    sexta-feira, 10 de agosto de 2012

    Lealdade ao único Senhor.



    Lealdade ao único Senhor.
    [2 Co. 11]

    Quem é capaz de ser fiel ao Senhor ate o fim visto que é loucura para os homens e nós também? Não estamos loucos para ser tão fiel ao Senhor. A quem dera pudéssemos suportar tal loucura [v.1]. Não seriamos tentado pela serpente, nossos pensamentos não se corromperiam da simplicidade de Cristo [v.3]. Seriamos hábil no saber ainda que não fossemos tão eloquente ao falar [v.5].   
      
    Contudo como não temos tal disposição, perguntamos a nós mesmos: “será que não foi um erro humilhar-me a Cristo para anunciar o Evangelho de Deus?” [v.8]. Todavia ao contrário diríamos: “Pela verdade de Cristo que está na gente, declaramos que esse título de glória não nos será tirado” [v.10].

    Mas como suportar tal lealdade dentro de tão profundo sofrimento como o de Paulo que como louco que foi em ser leal sofreu pelas fadigas; muito mais pelas prisões; infinitamente mais pelos açoites; freqüentemente em perigo de morte; dos judeus recebeu cinco vezes os quarenta golpes menos um. Foi flagelado, três vezes; uma vez foi apedrejado; três vezes naufragou; passou um dia e uma noite em alto mar. Fez muitas viagens arriscadas. Sofreu perigos nos rios, perigos por parte dos ladrões, perigos por parte dos seus irmãos de raça, perigos por parte dos pagãos, perigos na cidade, perigos no deserto, perigos no mar, perigos por parte dos falsos irmãos.

    Mais ainda: morto de cansaço, muitas noites sem dormir, fome e sede, muitos jejuns, com frio e sem agasalho passou. E, isso para não contar o resto: a sua preocupação cotidiana, a atenção que tinha por todas as igrejas [v.23-28]. Em Damasco, o rei Aretas guardava a cidade para prendê-lo; mas fizeram-no descer de uma janela, ao longo da muralha, dentro de um cesto; e assim escapou [v.33].

    Quando assumimos definitivamente a lealdade ao único Senhor, não nos importamos se alguém nos considera louco, pois terão que nos suportar como loucos [v.16]. E, falando como loucos diremos que nos gabamos de sermos incluídos como loucos, da mesma forma que muitos se gabam de seus títulos humanos.

    Defendamos isto para a vergonha de alguns irmãos que tem receio de tal aparência: até parece que nós é que somos os fracos... [v.21]. E, assim como o mundo tem ousadia de apresentar seus títulos, nós que somos fieis ao Senhor temos também. Pois se são brasileiros contribuintes nós também somos. Tem-se o privilegio de viverem na presença dos seus governantes, alguns de nós já o teve [e teremos como ele], a saber, Paulo que foi arrebatado ao terceiro céu. Se estava em seu corpo, não sei; se fora do corpo, não sei; Deus o sabe. Sei apenas que esse homem foi arrebatado até o paraíso e ouviu palavras inefáveis, que não são permitidas ao homem repetir [12: 2-4].

    Diga-me irmãos vale ou não vale apena sermos leal ao único Senhor embora correndo todo risco de Paulo? A lealdade ao único Senhor é uma força que se manifesta em nossa fraqueza [v.9].

    Gabemo-nos de nossa fraqueza e loucura de sermos tão fiel ao único Senhor para que a força de Cristo habite em nós. Pois, embora não sejamos coisa alguma, em nada esses “superapóstolos” ganham de nós [v11].

    Luiz Clédio Monteiro
    Fundador da Rede Social Cristã
    Blog [Doutrina Cristã]: www.cledio.blogspot.com

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Não use o silêncio como a melhor forma de dizer Aleluia!
    Deixe seu comentário.
    Ele é muito importante.
    Obrigado