Header Ads

Jesus está vivo!




Jesus está vivo!

[Mt. 28: 1] “Depois do sábado, ao amanhecer do primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver a sepultura”.

Parece simples demais essa frase, “Jesus está vivo.” Mas desde aquele domingo em que Maria Madalena e sua amiga foram ao sepulcro onde haviam colocado o Mestre Jesus, e, não o encontrou, o mundo se dividiu em duas correntes: uma que crer que Jesus ressuscitou. E, narra a história com detalhe em que de repente houve um grande tremor de terra: o anjo do Senhor desceu do céu e, aproximando-se, retirou a pedra, e sentou-se nela. Sua aparência era como a de um relâmpago, e suas vestes eram brancas como a neve. Os guardas tremeram de medo diante do anjo, e ficaram como mortos. Então o anjo disse às mulheres: “Não tenham medo. Eu sei que vocês estão procurando Jesus, que foi crucificado. Ele não está aqui. Ressuscitou como havia dito! Venham ver o lugar onde ele estava. E vão depressa contar aos discípulos que ele ressuscitou dos mortos, e que vai à frente de vocês para a Galiléia. Lá vocês o verão. É o que tenho a lhes dizer” [v.2-10].

A outra não crer e, reage como inimigo negando o fato. Conta à história que a negativa surgiu quando as mulheres partiram, alguns guardas do túmulo foram à cidade, e comunicaram aos chefes dos sacerdotes tudo o que havia acontecido. Os chefes dos sacerdotes se reuniram com os anciãos, e deram uma grande soma de dinheiro aos soldados, dizendo-lhes: “Digam que os discípulos dele foram durante a noite, e roubaram o corpo, enquanto vocês dormiam. Se o governador ficar sabendo disso, nós o convenceremos, e vocês não precisam ficar preocupados”. Os soldados pegaram o dinheiro, e agiram de acordo com as instruções recebidas. E assim, tal boato espalhou-se entre os judeus, até o dia de hoje [v. 11-15].

Desta forma temos dois tipos de pessoas: os que crerem e os que não crerem na ressurreição de Jesus. A Bíblia diz que aqueles que crêem serão salvos; e, os que não crêem já estão condenados. 

Jesus está vivo! Quando ele deu outra vez um forte grito na cruz, e entregou o espírito. Imediatamente a cortina do santuário rasgou-se em duas partes, de alto a baixo; a terra tremeu, e as pedras se partiram. Os túmulos se abriram e muitos santos falecidos ressuscitaram. Saindo dos túmulos depois da ressurreição de Jesus, apareceram na Cidade Santa, e foram vistos por muitas pessoas [v.50-53]. Essa é uma prova de que se os santos falecidos ressuscitaram porque Jesus não havia de ressuscitar também?

A sociedade que lucra da incredulidade do povo não aceita a transformação radical da ressurreição; isso acabaria com o poder de controle sobre os homens. O projeto vivido por Jesus e com Jesus não é caminho para a morte, mas caminho aprovado por Deus, que, através da morte, leva para a vida. 

Doravante, o encontro com Jesus se realiza no momento em que os homens se dispõem a anunciar o coração da fé cristã - Jesus morreu e ressuscitou, e a continuar em todos os tempos e lugares a atividade que Jesus desenvolveu na Galiléia. Só essa fé ativa transformará o medo da morte na alegria da vida.

Luiz Clédio Monteiro
Fundador da Rede Social Cristã
Blog [Doutrina Cristã]: www.cledio.blogspot.com

Tecnologia do Blogger.