Jesus faz bem todas as coisas.




Jesus faz bem todas as coisas.

[Mc. 7: 37] “Estavam muito impressionados e diziam: Jesus faz bem todas as coisas. Faz os surdos ouvir e os mudos falarem”.

Da mesma forma que a narrativa da criação do homem e sua mulher não têm nada haver com um feito científico, assim foram os milagres de Jesus; ambos são como um poema que contempla e glorifica a Deus – o Pai.

Jesus fazia tudo espetacularmente bem feito. Na Decápole levaram a Jesus um homem surdo e que falava com dificuldade. Jesus pôs os dedos no ouvido do homem, cuspiu e com a sua saliva tocou a língua dele. Depois olhou para o céu, suspirou e disse: “Efatá!”, que quer dizer: “Abra-se!” Imediatamente os ouvidos do homem se abriram, sua língua se soltou e ele começou a falar sem dificuldade [v.32-35].

Diga-me, foi ou não foi; epopéia os prodígios de Jesus? O povo não guardava segredo e clamava aos quatro ventos as maravilhas com que Jesus fez todas as coisas.

Este milagre nos traz um ensinamento especial por vários motivos, a começar pela localidade que não fazia parte da Terra Santa – o que nos orienta a não discriminarmos certos locais onde vamos evangelizar;
Jesus curou somente o corpo do doente – às vezes somente o corpo está precisando de cuidados médicos da mesma forma como cuidamos do nosso espírito;
O homem era surdo e gago, portanto em silêncio Jesus o recebeu – muitas pessoas são como surdos e gagos com relação aos fatos de Deus e, achamos que por isto não são merecedores da sua graça;
O homem foi levado pelos amigos a Jesus – no evangelismo, o convite é fundamental;
Jesus usou de um processo ao invés da palavra – as vezes somente a palavra sem um “contato familiar” [para que o indivíduo perceba], pode impedir a benção divina.
Por fim Jesus levantou os olhos ao céu – Lembremos, toda misericórdia vem dos céus e, deve ser confessada como de acordo com a vontade de Deus.

Encerrando, Jesus suspirou – como às vezes fazemos ao lamentarmos os milhares de pessoas que mesmo chamados não se apresentam; procurados se escondem ou levados não confessam; e, assim lamentamos por ficarem de fora das bençãos da salvação.     
   
Jesus abre os ouvidos e a boca dos homens, para que eles sejam capazes de ouvir e falar. Discernir a realidade narrando à palavra que transforma.

Luiz Clédio Monteiro
Fundador da Rede Social Cristã
Blog [Doutrina Cristã]: www.cledio.blogspot.com
Share on Google Plus

About Doutrina Cristã

0 comentários:

Postar um comentário

Não use o silêncio como a melhor forma de dizer Aleluia!
Deixe seu comentário.
Ele é muito importante.
Obrigado