Header Ads

Com simplicidade de coração.



Com simplicidade de coração.

[Cl. 3: 23] “Tudo o que vocês fizerem façam de coração, como quem obedece ao Senhor, e não aos homens”.

Todo mundo [homem, mulher, crianças, adultos, empregadores e empregados]: todos devem ser leais e respeitosos uns com os outros. Fiquem certos de que receberá do Senhor a herança como recompensa. O Senhor, a quem vocês servem, é Cristo. Mas quem comete injustiça, receberá de volta a injustiça, pois não há distinção de pessoas [v.24-25].

A Assembléia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948 ditou a DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS. Adotada e proclamada pela resolução 217 A (III).Nela considera que o reconhecimento da dignidade inerente a todos os membros da família humana e de seus direitos iguais e inalienáveis é o fundamento da liberdade, da justiça e da paz no mundo.  Considera que o desprezo e o desrespeito pelos direitos humanos resultaram em atos bárbaros que ultrajaram a consciência da Humanidade e que o advento de um mundo em que os homens gozem de liberdade de palavra, de crença e da liberdade de viverem a salvo do temor e da necessidade foi proclamado como a mais alta aspiração do homem comum. E outras considerações...    

Creio sinceramente que se o Evangelho fosse conhecido e respeitado em obediência cristã, como quem obedece ao Senhor, e não aos homens, não haveria a necessidade desta resolução. Porque já naquela época remota, Paulo reforçava o amor e a consideração dizendo: Mulheres sejam submissas aos seus maridos, pois assim convém a mulheres cristãs. 

Maridos amem suas mulheres e não sejam grosseiros com elas. Filhos obedeçam em tudo a seus pais, porque isso agrada ao Senhor. Pais, não irritem seus filhos, para que eles não fiquem desanimados. Escravos obedeçam em tudo aos seus senhores humanos, não só quando vigiados, para agradar aos homens, mas com simplicidade de coração, por temor ao Senhor [v.18-22].

Paulo aplica às relações humanas no princípio de fazer tudo “em nome do Senhor Jesus” Note-se que ele prega uma única moral a de que todos devem ser leais e respeitosos uns com os outros. Embora o modo de pesar da sua época não fosse assim, ele dar um passo para que se reconheça a igualdade de direitos entre os homens para que aconteçam importantes transformações sociais.

Luiz Clédio Monteiro 
Fundador da Rede Social Cristã
Site: http://doutrinacrista.ning.com/
Web: http://doutrinacrista.ning.com/profile/luizclediomonteirofilho
Blog [Doutrina Cristã]: www.cledio.blogspot.com

Tecnologia do Blogger.