Header Ads

Homens de ferro


Homens de ferro

A mitologia grega conta que na origem os homens eram de ouro por serem perfeitos, felizes e abundantes, mas desapareceram misteriosamente. Posteriormente surgiu a geração dos “homens de prata” que também era boa, mas que teve o mesmo destino dos homens de ouro. Em seguida veio ao mundo os “homens de bronze” que de tanta guerrear, exterminaram-se. Por fim emanou a geração dos “homens de ferro” que vive ate os dias de hoje na terra.

De fato somos mesmo como homens de ferro que não entende a condição divina de um homem de ouro como Jesus, que não se apegou a sua igualdade com Deus [Fp. 2: 6].
Somos como homens de ferro que não reconhece o homem de ouro que foi Jesus que se esvaziou da sua gloria tornando-se semelhante a nós [v.7].
Somos como homens de ferro ingratos ao um homem de ouro como Jesus que se humilhou até a morte [v.8].
Somos como homens de ferro que não louva e não adora um homem de ouro como Jesus que tem o Nome que está acima de qualquer outro nome [v.9].
Somos como homens de ferro que por insensatez despreza um homem de ouro como Jesus quando deveria dobrar os joelhos sob a terra e rogar o perdão do arrependimento [v.10].
Somos como homens de ferro que ao invés de perseguir Jesus um homem de ouro, deveria confessar que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai [v.11].
  
Que mau ainda poderá fazer os homens de ferro se o homem de ouro que era perfeito e bom, eles mataram? Poderia um dia converter-se e conseguir evitar a divisão pelo espírito de competição? Poderia um dia substituir seus próprios interesses pelos interesses de Jesus?  Poderia um dia parar egoisticamente de se auto-promover à custa dos outros? O empenho e a humildade de considerar os outros superiores a si poderiam um dia vir a ser um bem comum entre eles?

Como os homens de ferro poderão vir a serem homens de prata ou de ouro? A resposta está no Evangelho da cruz, o Evangelho autêntico, que apresenta Cristo o modelo da humildade. Ele abriu mão de qualquer privilégio e preferiu morrer pelos homens de ferro, mesmo sabendo que o ferro não tem sentimento. Por isso Deus o ressuscitou e o colocou no posto mais elevado que possa existir como Senhor do universo e da história. Os homens de ferro são convidados a fazer o mesmo: abrir mão de tudo para pôr-se a serviço dos outros, até o fim.


Luiz Clédio Monteiro 
Fundador da Rede Social Cristã
Site: http://doutrinacrista.ning.com/
Web: http://doutrinacrista.ning.com/profile/luizclediomonteirofilho
Blog [Doutrina Cristã]: www.cledio.blogspot.com
E-mail: Lcmf56@hotmail.com
Tecnologia do Blogger.