Header Ads

O Descendente



O Descendente

[Gl. 3: 16] “Ora, as promessas foram feitas a Abraão e ao seu descendente. A Escritura não diz no plural: ‘e aos descendentes’; mas no singular: ‘e ao seu descendente’, isto é, a Cristo”.

Nada pode desfazer a promessa de Deus feita a Abraão e ao seu descendente. Tão pouco uma Lei que surgia somente 430 anos depois.  O “descendente” de que fala a Escritura é uma só pessoa e, para Paulo, essa pessoa só pode ser Cristo. Em Cristo, portanto, nós somos herdeiros de uma promessa que foi feita diretamente a Abraão, e não através da Lei [v.15-18].

A chegada de Cristo em nossa vida [Pela fé Nele e pelo batismo] põe fim no peso de um sistema que nos sujeitava a permanecer debaixo da sua ordem do contrário morreríamos. Sem promessa de poder sonhar com um céu, não tínhamos nenhuma instrução de defesa sobre os perigos do inferno [v.25-29].

Todos os diziam sermos incapaz de ser encontrado por um salvador, mas revestidos em Cristo, agora nos vemos na possibilidade de nos livrar da cruel diferença que privilegiava uns e marginalizava outros, na Lei.   

Os pregadores da prosperidade agora dizem a nós os filhos da promessa que devemos nos circuncidar espiritualmente desta fé, para observar rigorosamente a Lei da compensação, a fim de continuarmos fieis a Jesus. Na verdade estamos prestes a cairmos na maldição se assim o fizermos. A partir da fé, foi que pudemos experimentar em nossa vida o dom do Espírito [v.6-14].     

Quanto a Lei, Cristo já se submeteu à maldição dela pela morte na cruz, e, nos resgatou pela fé e estendeu a todos os povos a bênção prometida a Abraão.

Luiz Clédio Monteiro 
Fundador da Rede Social Cristã
Blog [Doutrina Cristã]: www.cledio.blogspot.com
        E-mail: Lcmf56@hotmail.com
Tecnologia do Blogger.