Os herdeiros na fé!


Os herdeiros na fé! [Rm. 4:13-17]

Por Luiz Clédio Monteiro
 
“A herança, portanto, vem através da fé, para que seja gratuita e para que a promessa seja garantida a toda a descendência, não só à descendência segundo a Lei, mas também à descendência segundo a fé de Abraão, que é o pai de todos nós. De fato, a Escritura diz: ‘Eu constituí você pai de muitas nações’. Abraão é o nosso pai diante daquele no qual ele acreditou o Deus que faz os mortos viverem, e, que chama à existência aquilo que não existe” [v. 16-17].

Somente o Evangelho pode explicar como se dar a herança que vem da fé: uma obra redentora que paga o pecado, garantindo gratuitamente de Deus a promessa de tornar o pecador herdeiro do mundo. A promessa feita a Abraão permanece, sendo transmitida como herança aos autênticos descendentes e herdeiros justificados através da fé, e, não aos que se limita a observar o fanatismo da Lei.

A fé que traz a herança, não é uma mera crença em uma verdade, mas sim de crer e entregar a própria vida a um “Deus-Salvador” que propôs e consumou a obra da salvação – Jesus Cristo. E, esperar contra toda esperança. Abraão acreditou que ia ser pai quando sua velhice e a esterilidade de Sara diziam o contrário. A justiça da fé é a fé confiante de que Deus pode realizar tudo o que promete. A nós também é imputado como justiça por Deus, quando acreditamos que ele ressuscitou Jesus Cristo dentre os mortos, para nos livrar da morte do pecado e nos dar a vida nova.

Embora a fé não seja uma obra importante que se possa ver e admirar como uma mansão é, no entanto, o único fator existencial de ponderação de que “Deus é Fiel”
Amem!   


Share on Google Plus

About Doutrina Cristã

0 comentários:

Postar um comentário

Não use o silêncio como a melhor forma de dizer Aleluia!
Deixe seu comentário.
Ele é muito importante.
Obrigado