Header Ads

Sábios para o bem!



Sábios para o bem!

Por: Luiz Clédio Monteiro

Li em algum lugar a historia de uma rã que queria muito afastar-se do clima frio do inverno. Alguns amigos gansos sugeriram que ela imigrasse com eles, mas tinha o fato dela não saber voar. A rã disse então aos amigos gansos: “Deixem-me pensar, tenho um cérebro inteligente”. Logo, a rã pediu á dois gansos amigos, para que a ajudasse a apanhar um galho forte, e, cada um o sustentasse por uma extremidade para que ela se segurasse pela boca. Desta forma, os gansos e a rã começaram a sua travessia e em pouco tempo passaram por uma pequena aldeia, e, os habitantes dali saíram para ver o inusitado espetáculo. Alguém perguntou: “De quem foi tão brilhante idéia?” Ouvindo, a rã sentiu-se orgulhosa, e com tal significado de importância, exclamou – “Foi minha!” Seu orgulho foi sua ruína, porque no momento em que abriu a boca, soltou-se do galho, caindo no vazio, estatelada morreu. Todos são humildes ate começarem a falar.

A imigração que fazemos hoje advindo de muito “ismo” como resposta assumida do projeto divino de Cristo de reunir todos os homens, não deve (essa graça), ser usada para impor aos outros a própria idéia e conseguir poderes sobre outras sociedades. Não foi essa a atitude que decorreu de Jesus, que veio para servir e dar a vida. O respeito e o bem do outro são o maior sinal do cristão consciente (Rm. 15: 13).

O acolhimento mútuo no amor é o caminho para que as mentalidades diferentes não quebrem a união social cristã pela qual Cristo deu seu sangue. Assim fez Cristo, que acolheu todos num só povo. Além disso, o cristão, não deve julgar que o fato de pertencer ao povo de Deus seja privilégio que a separa das outras comunidades; antes, é fonte de responsabilidade, pois a vocação do cristão é acolher todas as denominações (se possível), como irmãos, testemunhando assim o sinal visível da unidade que reúne um povo que partilha a mesma fé.

A Rede Social Cristã, com centenas de membros representando várias designações, clerezias e condições sociais, convive unida entre si, não por laços jurídicos, mas pelas relações entre pessoas que partilham livremente a mesma fé. Assim a nossa lista é a nossa testemunha de querermos mais irmãos que possa se envolver no conhecimento da verdade de Cristo através da diversidade de trabalhos e funções que mantêm vivo o ministério da Rede Social Cristã (Rm. 16).

Deste modo a participação de cada membro exprime a alegria da nossa Rede Social Cristã que já vive o tempo da comunhão do Espírito! “Essa é a revelação de um mistério que estava envolvido no silêncio desde os tempos eternos” (Rm. 16: 25b).

Shalon!
Tecnologia do Blogger.