O MAIOR ESPETÁCULO DA TERRA.




Por: Luiz Clédio Monteiro.

Quão amável é servir ao Senhor; louvar ao Senhor; adorar ao Senhor. “Minha alma suspira e desfalece pelos teus átrios”. Que linda declaração de amor. Assim o crente é a coluna da verdade, e, o baluarte da compaixão. E, ensina contra o uso egoísta da riqueza pessoal.

Multidões, encontraram amigos, amores, casamentos; e, fizeram famílias. Conseguiram diplomas, especialidade técnicas, concursos, empregos que lhes dessem, casa, carro e outros bens de consumo. E, amaram essas coisas mais que tudo.

Mas aquele que amou o mistério da compaixão, encontrou os altares do Senhor. E, contente canta: “Senhor Rei meu, Deus meu. Bem-aventurado aqueles que habitam em tua casa pois um só dia, Senhor, nos teus átrios, vale mais que mil” (Teus Altares).

É comum, ouvir dizer, que o mundo ama mais suas coisas, que o crente a dele. Pois suas festas, manifestações, folias idólatras , são por demais longas e incrementadas. Algumas duram dias, ou semanas, e, não se ver em meio deles, alguém cansado, enfadado, pelo contrário, estão sempre dispostos. Ao passo que a celebração de um culto ao Senhor pelo crente, não passa de uma hora e meia no máximo duas; uma vez por semana! Tem crente, que não bate palma nem em aniversário. Por ai você tira o acendimento.

Quem não percebe o quanto Deus é luz e escudo; graça e glória, para o crente, que vive corretamente; nunca vai entender o porquê, de uma celebração ao Senhor, só durar uma hora e poucos minutos, no máximo duas, de louvor e oração. A explicação está no fato de que uma hora com Deus, vale mais que mil daquelas do mundo. Um só dia nos átrios do Senhor em comunhão com seu povo, vale mais que mil semanas daquelas do mundo.

O desfile das escolas de samba, no sambódromo do Rio, nos três dias de apresentação, soma entre participantes e espectadores, aproximadamente 400.000 pessoas, cantando, dançando, sorrindo, chorando de emoção. Sem falar no público televisivo ao redor do mundo, que pode chegar ao estrondoso número de bilhões de pessoas. Este espetáculo, é considerado o maior do mundo.

Quando dois crentes (ou cônjuges) orando de joelho, no silêncio do seu quarto, em meio à madrugada, intercedendo, pela fé, em crer que a oração tudo pode; com esperança, de está sendo ouvido; na confiança, de poder ser atendido. Acredite, nada é maior, em tempo, beleza, amor e público. Visto que, juntos à “Santa Trindade”, são mais numerosos, que toda população do mundo reunida num mesmo lugar. Porque, representam todos os santos do Senhor, desde a fundação do mundo, passando pelo presente momento; ate os últimos dias deste, no futuro. E, quando o céu se abre para que possam serem vistos pelos anjos, e assim assistidos, na oração, no louvar, e no amem; sua grandeza é como as nuvens nos céus; e, sua quantidade, é como os grãos de área do mar; incontáveis. Este sim, é o maior espetáculo da terra.

“E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da compaixão: Deus se manifestou em carne, foi justificado no Espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo, recebido acima na glória” (I Timóteo 3:16). Aleluia!
Shalon...
Share on Google Plus

About Doutrina Cristã

0 comentários:

Postar um comentário

Não use o silêncio como a melhor forma de dizer Aleluia!
Deixe seu comentário.
Ele é muito importante.
Obrigado