Breaking News

ads header
  • Breaking News

    terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

    É QUE, SOU VENDEDOR!




    Por: Luiz Clédio Monteiro

    Ainda com relação ao meu artigo, “Minha Vida, Convertida” onde disse que fiz a sinopse do desenrolar dos meus doze anos de crente. Queria agora comentar sobre algumas das minhas ações evangelísticas. Na síntese, sobre esta passagem, escrevi: “A fé passou a ser a minha decisão e obediência, ao invés de habilidade. O Evangelho que passei a proclamar pelo Espírito Santo como cristão, é como um fogo consumidor, que tanto purifica os que crêem, como destrói aqueles que rejeitam Cristo” Como fonte bíblica, mencionei Lucas 3:16: “Respondeu João a todos, dizendo: Eu, na verdade, batizo-vos com água, mas eis que vem aquele que é mais poderoso do que eu, do qual não sou digno de desatar a correia das alparcatas; esse vos batizará com o Espírito Santo e com fogo”

    Certa vez, um pastor me perguntou, “O que você faz, para as pessoas se converterem com tanta facilidade?” Na hora não soube o que dizer, e disse, “É que, sou vendedor.” O assunto morreu ali, com uma exclamação por parte dele – “ahhhhh siiiiim!!!!!”

    Desde pequeno admiro a arte de vender. Então tudo aquilo que eu gosto, e acredito, tendo a “vender” a idéia para as pessoas. Eu não falo daquilo que o produto é; nem como ele se apresenta; e, nem muito menos, o seu custo. Mas sim, o que ele representa para mim; o que de fato ganhei com ele! A minha satisfação, faz com que as pessoas venham a desejar, não o produto em si; mas ser o que eu sou, pelo beneficio. O que elas vêem, faz com que procurem saber, como, onde e quando conseguir o produto. Daí para frente, você deixou de ser o apresentador, para simplesmente ser o facilitador. Com o Evangelho, não é diferente. As pessoas querem a transformação que vêem, em sua vida.

    Quando meu sogro estava pela hora da morte na UTI; conseguir entrar porque disseram que eu era pastor, e, precisava fazer uma oração pelo moribundo. No leito vi um homem tentando morrer, mas que, não conseguia, de tanto medo, angustia e aflição. Cheguei bem perto dele, e, fui direto: “Pedro, sei que me ouves, e sei que tu sabes o quanto Jesus mudou a minha vida. Sei que queres ter essa paz também contigo agora. Portanto eu sou tua testemunha, do desejo do teu coração em aceitar Jesus com teu salvador. Logo, podes ir em paz, Jesus é contigo. Ele te salvou. Não temas, tu não estais mais só”. Orei, e ele faleceu! As enfermeiras que estavam por perto ouviram aquilo e choraram.

    Isto, não quer dizer, que sou dono de uma fé maior que uma semente de mostarda, não. Tenho minhas incredulidades particulares, longe de todos. Em casa, dizia comigo mesmo – “acho melhor eu ser mais sincero com as coisas de Deus. Onde já se viu, achar que uma pessoa se converte sem sequer dizer uma palavra ou fazer gesto. Gostaria de ter uma prova...” Neste momento meu celular tocou, atendi, era um velho amigo pastor, que do nada foi dizendo algo assim, “Que o Senhor seja contigo (etc), pelo que tens feito... (não lembro direito do resto)” E, desligou. Aquilo ajudou meu credo, mas não foi o suficiente.

    Na missa de 7º dia, eu não queria ir, mas insistiram, fui. Lá uma pessoa da igreja trazia um recado do padre para os familiares; desejava que o sermão fosse ecumênico; e, de preferência que fosse feito por um dos parentes. Todos ali, olharam para mim, e, eu olhei para traz enquanto pensava, “porque não chamam o Dr. Cyrano” ele não estava, mas poderiam esperar para convidá-lo. Mas não, era eu mesmo, que eles queriam. Aleguei que não tinha trazido a Bíblia, mas não adiantou nada. Tive que aceitar na pressão. Depois entendi que era vontade do Espírito.

    Tremulo desde então, sentado naquele banco, orava pedindo para que não fizesse feio... Fui chamado para o sermão; comecei a falar de improviso, tendo o padre assentado ao meu lado. O sermão fluía, e, senti que as palavras estavam sendo dirigidas pelo Espírito Santo, que não era nada improvisado; então, me deixei ser usado.

    Resumindo, As Quatro Leis Espirituais (Dr. Bill Bright); e, de como o meu sogro havia aceito a Jesus como seu salvador, no leito da morte; foi que fiz então o convite a todos quanto quisessem sentir e ter, paz, segurança espiritual, e a graça da salvação (sem o risco de deixar para a última hora), a mesma que meu sogro havia achado em Jesus no momento da sua morte; que se pusessem de pé, pois iríamos fazer juntos, uma oração de agradecimento ao Senhor Jesus, pela graça alcançada. Mais de 300 (trezentas), pessoas levantaram e oraram comigo pela primeira vez, como pecadores arrependidos; oferecendo seus corações a Jesus como morada Dele.

    Mais uma vez, a incredulidade, tomou conta de mim; não me fazendo acreditar que aquelas pessoas estavam sendo salvas de fato pelo poder do Espírito Santo. Então fui chamado em espírito a reforçar o apelo, exigindo dos que estavam de pé, que levantassem as duas mãos para o alto, a fim de reconfirmar Jesus, como único e suficiente salvador de suas vidas para sempre. E, foi o que aconteceu com todos, para a glória de Jesus.

    Encerrei o sermão com uma oração simples entregando ao Senhor, todos aquelas almas convertidas, e, pedia que salvassem não somente elas, mas todos das famílias, também.

    Crendo agora na salvação do meu sogro, findo este testemunho, sobre os que creram; e, estão tendo suas vidas purificadas pelo fogo salvador. Quanto aos que rejeitaram a Cristo, isso é um, outro episodio!

    4 comentários:

    1. Prezamado amigo Luiz Clédio,

      A paz do Senhor!

      O seu texto, deve ser bem analisado, por todos os que desejam colher, e colher conforme o que podemos nos alimentar no Livro de Eclesiaste 07:02:

      "Melhor é ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete, porque naquela está o fim de todos os homens, e os vivos o aplicam ao seu coração."

      Traduzir o seu texto, significa aplicar o coração.

      O Senhor seja contigo! nobre servo!

      O menor de todos.

      ResponderExcluir
    2. Meu pr Newton,
      seu comentários, são como uma fortaleza para mim.
      Obrigado.

      ResponderExcluir
    3. Estive visitando seu blog. Não vou segui-lo, conforme vc sabe meu pensamento. Vou ACOMPANHÁ-LO.Melhor assim. Tenho muitos testemunhos e exemplos de fé. Meu objetivo é alcançar a paz e descansar no Senhor. Gostei de ler sua experiência com seu sogro.Continue vendedor! Muitas dádivas!
      Abraços
      Ivone Prates (luacumplice.blogspot.com )

      ResponderExcluir
    4. Estou acompanhando seu BLOG. Parabéns!
      Ivone Prates
      BLOG luacumplice.blogspot.com

      ResponderExcluir

    Não use o silêncio como a melhor forma de dizer Aleluia!
    Deixe seu comentário.
    Ele é muito importante.
    Obrigado