Header Ads

Breaking News

Quase Cristão – Ou Cristão Completo!



Por: Luiz Clédio Monteiro.

O que quer dizer quase cristão? Agripa, explicou bem essa situação quando disse a Paulo (Atos 26:28): “Pensas que em tão pouco tempo podes persuadir-me de fazer-me cristão?”

Dificilmente o quase cristão, por quase se converter, por quase aceitar seguir Jesus, por quase desejar que Jesus entrasse em seu coração, por quase abrir a porta para o Salvador, chegará a ser um cristão completo. Porque ele sabe o que deve fazer, porém não o faz (Tg. 4:17). Está convencido, porém não se rendeu ao Senhor; entregou quase tudo, porém retém alguma coisa. Procura servir Deus, e o mundo ao mesmo tempo. Procura viver uma vida moral, para não ter que render-se a Cristo e ser membro da Igreja.

Muitos são quase cristãos, por terem ouvido idéias errôneas de religião, onde as tradições dos homens, como doutrina, sobrepõem a de Deus. Que preferem os bens corpóreos aos espirituais. Desde um simples lavar as mãos em detrimento aos mandamentos sagrados (Mt. 15:1-9).

Sem obediência a Deus por presunção, os quase cristãos crêem, mas não confessam, e ficam sem os frutos da justiça; temendo a perseguição e ao desprezo dos parentes, dos amigos ou companheiros, os quase cristãos, passam a amar os louvores dos homens, mais do que os de Deus (Jo. 12:42,43; Is. 51:7-9). O amor aos prazeres, e ao mundo (pecados não confessados Pv. 5:22), são fatores preponderantes ao adiamento (perpétuo) do quase cristão - a cristão completo (IITm. 3:1-7; At 22:16; 26:19).

Também tem o caso da cobiça, do quase cristão - por causa do amor ao dinheiro, é impedido de compreender o dízimo (Lc. 12:15-21). Nisso, Judas o quase cristão, traiu ao Salvador. É insensato viver desta maneira quando Cristo fez tanto por nós (At. 16:31,32; Mq. 6:3; Jo. 5:46).

O cristão completo (cabal), nunca foi um quase cristão. Ele é o que rendeu "tudo" a Cristo, desde o princípio. (Fl. 3:7-9; At 26:28). Buscou de Deus mais fulgor. Ainda que religioso, sentia falta de algo. Sabia que era pecador e que carecia de perdão. Raiando uma luz, prontamente a aproveitou (num minuto só). Atendeu ao chamado, consegui a salvação Fez aquilo que se exige de todos, a saber: creu, aceitou a Jesus e se batizou. E, ainda congregou os seus parentes e amigos para ouvirem a palavra de Deus. Para o cristão completo, os deveres divinos são superiores às leis humanas.

• O cristão completo, sente necessidade do apoio divino - Abraão levantou-se de madrugada para estar diante da face do Senhor (Gn. 19:27).
• O cristão completo, carece está sempre ao lado de Deus - Jó levantou-se ao alvorecer para oferecer sacrifícios pelos seus filhos (Jó 1:5).
• O cristão completo, tem o dever supremo de servir Deus e Sua Causa - As mulheres cristãs levantaram-se ao amanhecer para ir ao sepulcro de Jesus (Mc. 16:2).

Ninguém fará um bom trabalho para Deus sem que se negue a si mesmo. "E, perecendo, pereço", isto é, "Seja o que Deus quiser, mas obedeceremos." No Salmo (91: 15), Deus diz ao cristão completo: “Eu estarei com ele.” A expressão é desdobrada em sete afirmações: Deus liberta, protege, responde, restabelece a honra (glorifica), dá vida longa e consciência da salvação, e, que Deus vai realizando.