Header Ads

Jogue sua bíblia no lixo.


Por: Luiz Clédio Monteiro

As livrarias evangélicas estão cheias de opções de produtos para sua clientela. São livros, CDs, DVDs. No entanto, existe uma que não falta: a bíblia, o best-seller. Tem várias versões para as mulheres, para crianças de várias faixas etárias, para empresários, jovens etc. E, todo ano tem novos lançamentos.

No quesito maior número de bíblias produzidas, o recorde continua com a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB). Em 2007 a instituição vendeu a mesma quantidade do ano anterior, nada menos que 5 milhões de bíblias distribuídas. Até hoje a SBB já distribuiu mais de 63 milhões de exemplares da Bíblia e do Novo Testamento. (Fonte: Revista Consumidor Cristão).

Por onde anda esse exército de bíblia considerada, "Escrituras Sagradas"; a "Palavra de Deus"? Como muitas coisas em nossa casa que não usamos mais, a bíblia é uma delas. Elas estão lá paradas, mudas, “de bocas” fechadas, totalmente fora do propósito para o qual foi feita.

Você já pensou em jogar as bíblias que você tem (excedente) em sua casa no lixo? Isso mesmo no lixo. Você pode está horrorizado com a minha proposta, visto se tratar de um livro Sagrado. Mas jogar no lixo ou deixá-las “guardadas” ou seja, jogadas em um canto da sua casa sem nenhuma perspectiva de utilidade não daria no mesmo? Afinal o que é o lixo? O local onde jogamos as coisas que nós usamos; ou as coisas que estão entulhando nossa casa sem uso?

Imaginemos que sendo os evangélicos (segundo estatística) um exército ativo de 35milhões de pessoas, somado aos outros 50milhões de desigrejados (pessoas que deixaram de frequentar as igrejas), e, considerando que, em cada lar, possa ter uma média de três bíblias para cada pessoa. Significa, então, um montante de 170milhões de exemplares da bíblia (sem contar com a sua predileta. Um dia quem sabe, você pode vim a precisar, como foi no início), abandonadas sem nenhuma utilidade nas gavetas sendo usada como porta cédulas, por cima das mesas ou estantes servindo de peso; aberta na petisqueira como amuleto; ou simplesmente perdidas no sótão e, que se, se simplesmente jogássemos no lixo, alguém poderia achá-la, e, quem sabe, fazer bom uso dela, salvando a vida de alguém.

Mas se você tiver remorso de faz assim; use a estratégia de “esquecê-la” pelas ruas; nos bancos das praças; nas mesas da lanchonete; dentro dos ônibus; na cracklândia (já que você não tem dom de missionário). Por fim, na porta de alguma igreja (no caso de você não entrar mais em nenhuma). Pode haver o risco de novamente ela vir a tornar-se desocupada em sua nova casa, mas temos que aventurar, uma vez que ela precisa sair da presente, ociosidade.

Não podemos calar a boca de Deus escondendo a sua palavra dos que precisam. Existem centenas de testemunhos de pessoas que mudaram suas vidas ao encontrar por acaso uma bíblia abandonada (propositalmente por Deus para aquelas, almas sedentas).

Se você é do tipo Cristiano Ronaldo, abastado e auto-suficiente: confia em si mesmo, e não quer depender de ninguém, Jogue a bíblia que está sobrando em sua vida no lixo; e, faça um pobre feliz! Ou, se você é um Kaká em obediência, e, que tem exemplares extras em sua biblioteca gospel, se quiser, leve-a a seu pastor, certamente ele saberá o que fazer com elas.

Porque é morno, nem frio nem quente, estou para vomitar você da minha boca (Ap. 3:16).
Tecnologia do Blogger.