Não se esqueça de mim!



Por: Luiz Clédio Monteiro

Nana Caymmi, canta - “Onde você estiver / Não se esqueça de mim / Com quem você estiver / não se esqueça de mim / Eu quero apenas estar no seu pensamento...” – Isso toca profundo em nossa alma. Mexe com nossa ferida vaidosa, que clama: Não quere, e, não posso ser esquecido nem em pensamento por você. Mas quem parou para fazer um balanço da sua vida para avaliar o nível de relacionamento, certamente chegou à triste conclusão - fui mais esquecido do que lembrado.

Não há quem não tenha sido esquecido por um amigo. Não há quem não tenha sido esquecido por aquele grande amor da juventude; às vezes até por filhos. O próprio Deus, em Ezequiel (22: 12), acusa o povo de ter esquecido Dele.

Casos esquecidiços, é fato - A memória nos parece infiel. Assim, velhos amores são esquecidos; clássicos são esquecidos; compromissos são esquecidos; promessas ficam no esquecimento; nomes de pessoas são esquecidos; tem caso de doença que faz esquecer, perna, braço. Tudo é esquecimento. Tem gente que não adianta recomendar-lhe nada: é um esquecido; outros, tentam aprender coisas novas, e, terminam por esquecer umas poucas que já sabiam. A gente esquece até guarda-chuva nos dias de chuva. Imagina...

Parece que tudo neste mundo foi feito para ser esquecido; exceção faz-se a certos momentos que insiste em permanecer em nossa lembrança embora esqueçamos até dos dias felizes: são os crimes bárbaros; as grandes catástrofes; acontecimentos horríveis na família. Fazemos de tudo para esquecer, mas ficam caprichosamente na memória como “trauma.”

O primeiro sintoma de que estamos caindo no rol dos esquecidos, é quando os amigos querem nos falar alguma coisa, mas não tem nada pra dizer. Você está presente, mas já foi esquecido, passou. Já era. A triste realidade nos diz que, fomos de fato esquecidos pela maioria das pessoas que passaram por nossa vida. Principalmente as que puderam levar, alguma coisa.

Só não são esquecidos os divorciados/separados - a ex-mulher faz questão de ligar no meio da madrugada só para lembrar-los de coisa chata, ou para levar o filho no hospital. Para este caso, nem o tempo traz o esquecimento.

É comum historia de aniversário esquecido pelos familiares. O cara levanta pela manhã com o famoso pensamento, que todo mundo tem quando está aniversariando: “É hoje”. A expectativa é de todos darem os parabéns e enche-lo de presentes (como de costume?). De repente, todos naquele dia te vêem, mas parabéns que é bom... Se você não tiver Orkut, vai ficar assim mesmo.

O livro da Sabedoria, cap.2; retrata a amargura do esquecimento: “Com o tempo, o nosso nome fica esquecido, e ninguém mais se lembra do que fizemos. Nossa vida passa como rastro de nuvem, e se dissipa como neblina expulsa pelos raios do sol e dissolvida pelo seu calor. Nossa vida é uma sombra que passa, e depois de morrer não voltaremos. Colocado o lacre, ninguém mais poderá retornar...”

Em meio a tantos esquecidos, temos alguém que nunca esquece: “Eis que eu estarei com vocês todos os dias, até o fim do mundo” (Mt. 28:20b).

Share on Google Plus

About Doutrina Cristã

2 comentários:

  1. Olá amigo, li seu comentário em meu blog e resolvi me associar a rede social cristã. Muito obrigada por me apresentar este trabalho e quero parabenizar pelo belo blog e por suas postagens e fotos.Que deus o abençoe!!!!

    ResponderExcluir
  2. Ola Fátima, obrigado pelo comentário...

    paz ,


    luiz cledio

    ResponderExcluir

Não use o silêncio como a melhor forma de dizer Aleluia!
Deixe seu comentário.
Ele é muito importante.
Obrigado