Breaking News

ads header
  • Breaking News

    terça-feira, 7 de outubro de 2008

    Pregação

    Muitos pregadores crêem que o propósito da pregação é explicar a Bíblia, ou interpretar o texto, ou ajudar às pessoas a entenderem a Palavra de Deus. Mas isso é muito pouco para entendermos o verdadeiro sentido da pregação.
    · Paulo nos mostra qual é o propósito de Deus para a pregação em Ef 4:11-13: Por que Deus deu às pessoas serem profetas, evangelistas, pastores, mestres? Para produzir pessoas semelhantes a Jesus. Este é o propósito da pregação: ajudar às pessoas a se tornarem semelhantes a Jesus.
    · A única maneira em que vidas são transformadas é através da aplicação da Palavra de Deus. A maioria dos sermões nada mais é do que palestras sobre informações bíblicas.
    · Você é a ferramenta do Espírito Santo. Ele fala através de você, mas você precisa fazer a aplicação. A aplicação responde a duas perguntas: - Então o que é? - E agora?
    · Nosso trabalho é construir uma ponte que conecte o texto antigo com nossa audiência contemporânea, tornando mais fácil para todos o perceber a imediata aplicação das verdades da Palavra de Deus.
    · As verdades eternas são as implicações do texto. Encontre os princípios universais que se podem ver.
    · Pense nos seus ouvintes e suas necessidades. O que as verdades eternas dessa passagem dizem para as necessidades deles? A aplicação deve ser específica e não universal.
    · O título de seu sermão deve prender a atenção daqueles que você deseja influenciar.
    · Porque somos chamados para comunicar a verdade, cremos que os não crentes estão sedentos para ouvir a verdade. Na verdade, não estão. Hoje em dia, as pessoas estão valorizando a tolerância. O alívio em vez da verdade.
    · Ensine a verdade que dá alívio para as suas dores, que responde às suas principais questões ou dá solução aos seus problemas.
    · Mostre como os princípios bíblicos preenchem suas necessidades; cria fome por mais verdade.
    · Mesmo quando tenho de compartilhar coisas complicadas e penosas, sempre desejo que meu título se concentre nos aspectos positivos de meu assunto.
    · Não precisamos tornar a Bíblia relevante; ela já é “mas nós precisamos estar comprometidos em fazer nossos ouvintes perceberem isso”.


    Um exemplo de esboço com movimento:

    1. Estabeleça uma necessidade,
    2. Dê um exemplo pessoal ,
    3. Apresente um plano,
    4. Ofereça esperança ,
    5. Desafie para um compromisso,
    6. Espere resultados.

    Luiz Clédio
    Nov 2006

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Não use o silêncio como a melhor forma de dizer Aleluia!
    Deixe seu comentário.
    Ele é muito importante.
    Obrigado